O que é Insuficiência Venosa Crônica (IVC)?

8 de março de 2018

Sintomas que indicam má circulação sanguínea nas pernas

Quando as pernas não possuem circulação adequada, você pode apresentar:
  • Pernas pesadas e cansadas: sensação de que você não consegue dar outro passo e uma necessidade urgente de sentar-se para descansar.
  • Pernas doloridas: sensação de dor que pode ser percebida dentro e fora da perna.
  • Inchaço nas pernas (edema): quando suas pernas estão visivelmente mais inchadas ou com diâmetro maior do que o normal.
  • Cãimbras, tensão e desconforto
  • Vasos com aspecto de teias de aranha ou varizes: Quando suas veias estão dilatadas, elas frequentemente causam inchaço e parecem azuis, salientes, tortuosas e visíveis através da pele.
  • Coceiras
A circulação sanguínea ideal nas pernas é essencial. É fundamental para que você possa aproveitar novamente uma vida mais ativa.

Causas da má circulação sanguínea nas pernas

Poor Blood Flow
Má Circulação Sanguínea
Com IVC, as veias nas pernas ficam dilatadas e apresentam perda de função.

Como resultado, a circulação sanguínea volta às veias e se acumula nos tecidos nas pernas, causando dor, inchaço (edema), peso, cansaço, vasos com aspecto de teias de aranha e varizes.

O aumento de líquidos nos tecidos das pernas causa o desconforto e, ao longo do tempo, pode ainda danificar as veias, agravando os sintomas.

O sangue retornando ao coração deve ser empurrado para cima, um trabalho difícil para a circulação. Complementos nutricionais e bons hábitos no estilo de vida podem beneficiar a circulação sanguínea.

Fatores de Risco
Um estudo realizado no Brasil constatou que cerca de 35%* da população apresentava alterações venosas nas pernas. Em função de fatores hormonais, as mulheres são mais afetadas pelos sintomas de varizes – de duas a três vezes mais do que os homens.

Esse percentual pode ser ainda maior entre os profissionais que permanecem muito tempo em pé ou sentados, como cabeleireiros, manicures, vendedores e balconistas, por exemplo. Ao ficar em pé, a bomba muscular não é ativada, o que torna difícil para o sangue ser transportado de volta para o coração. Quando sentado, as veias estão dobradas no joelho e na região pélvica e o fluxo sanguíneo fica restrito.

O histórico familiar e a obesidade são fatores que também podem tornar os indivíduos propensos a desenvolver varizes e sofrer com seus sintomas. Somado a isso, alguns hábitos como pouca atividade física e má alimentação contribuem para a manifestação do problema.

Referência: * França LHG, Tavares V. Insuficiência venosa crônica: uma atualização. J Vasc Bras. 2003; 2(4):318-28.

0 comentários:

Postar um comentário