CONHEÇA A HISTÓRIA DA ORIGEM DAS PERUCAS

17 de janeiro de 2014

Olá Meninas hoje venho falar das “Perucas”, Que hoje em dia está voltando à tona,  podendo ser usadas para uma festa à fantasia, um disfarce, para fugir de paparazzis ou até mesmo para tratamentos.

Peruca é um acessório usado para simular um cabelo natural. Antes procurada por pessoas que possuíam poucos fios, a peruca se tornou uma opção de mudança de visual nos dias de hoje, principalmente entre as celebridades.

CONHEÇA A HISTÓRIA DA ORIGEM DAS PERUCAS

Apesar de existirem desde o século XVI e XVII no Egito Antigo, as perucas ainda são tratadas com certo preconceito nos dias de hoje e geralmente são usadas para expressar certo deboche ou caracterização de algum personagem. Contudo, o acessório já foi visto como sinônimo de elegância, estilo e prestígio para poucos. O preparo dos fios postiços deu à profissão de "peruqueiro" uma reputação única, com status de "artista capilar". Pelo alto valor e raridade dos fios naturais, muitas perucas eram feitas com crina de cavalo e de bode.
As perucas foram criadas a partir da necessidade de alguns povos de se proteger do frio e também por algumas questões de higiene. Os egípcios eram especialistas em fazer cabelos falsos, tanto para homens como para mulheres. Assim como os turbantes, eles deixavam a cabeça fresca, protegendo-a do sol. Para usá-las, os cabelos deveriam ser curtos ou raspados. Geralmente, o topo era feito de cabelos encaracolados, e as laterais, de um conjunto de plantas. De acordo com pesquisadores, as primeiras perucas eram feitas com crina de cavalo e de bode. O acessório era adorado pelas mulheres romanas e gregas que, em grande parte, desejavam ser loiras.
Popularizada pela nobreza
A década de 1660 ficou conhecida pela popularização da peruca. Antes, Luis XIII, rei da França, usava perucas de cabelos naturais. Na Inglaterra, o rei Carlos II sempre foi adepto das falsas madeixas e por isso elas se tornaram um acessório de prestígio e estilo masculino da época.
Perucas de fibra sintética
Em 1957, os japoneses criaram a fibra sintética chamada "Kanekalon" para substituir o cabelo humano. Com a nova facilidade a moda das perucas voltou e foi o maior produto de exportação da Coreia do Sul para os Estados Unidos na década de 1960. O "boom" seguiu até meados da década de 1970 quando cabelos naturais passaram a ser "exigência" da modernidade.
A origem das extensões de cabelo
Ainda em 1960, o entrelaçamento de cabelos encontrou nas mulheres negras norte-americanas as consumidoras certas. Um famoso salão alardeava a possibilidade de ter cabelos os lisos tão desejados pela maioria das mulheres. Com a nova técnica, era possível não somente ter o visual de fios bem lisos, como criar penteados étnicos com tranças e outros arranjos que dispensavam lavagens e cuidados diários.
Trinta anos depois, a técnica passou a atrair celebridades do mundo inteiro em busca de cabeleiras alongadas e permanentes para variar no visual. Atualmente, as cantoras Beyoncé e Nicki Minaj são as personalidades do mundo dos famosos que mais ostentam esse tipo de artifício. Ambas mudam o look com frequência e quase sempre com a ajuda de cabelos falsos.

Para saber mais sobre estas divas, as perucas

Hair Brasil Cabelo é uma empresa especializada em Perucas e Acessórios para cabelos.  

0 comentários:

Postar um comentário