Castanha-do-pará: selênio para uma vida longa e saudável

10 de fevereiro de 2014








Uma castanha do pará (rebatizada recentemente como castanha-do-brasil) por dia garante a quantidade mínima de selênio necessária ao nosso organismo, recarregando este mineral que combate o envelhecimento celular e garante uma vida longa e saudável. 

Para se ter uma idéia, a mesma quantidade de selênio encontrada em 5g de castanha-do-pará (uma unidade) é encontrada em 3 filés de frango (100g cada), 16 pães franceses (50g cada), 26 camarões (20g cada), 2 latas de sardinha em conserva (130g cada), 10 ostras (33 gramas cada) ou 100 copos de leite (200ml por copo).

 O selênio é fundamental para acionar as enzimas que combatem os radicais livres. Além de manter mais ativo nosso sistema imunológico, também acaba por proteger as células do sistema nervoso das doenças neurodegenerativas como Parkinson e Alzheimer. 

Como se já não fosse o bastante, o selênio também ajuda a tireóide na síntese de seus hormônios e também está associado à capacidade do organismo de eliminar metais pesados.

 O excesso deve ser evitado. A médio e longo prazo, a ingestão diária de mais de 2 a 4 castanhas-do-brasil pode levar à dores de cabeça, unhas fracas e queda de cabelo.


Além de ajudar a reduzir o risco de câncer, o selênio tem outro efeito positivo.

De acordo com Coma e Cure, dos editores da FC & A Medical Publishing,  ele pode melhorar o humor.

Esses editores escrevem: "As pessoas que não comem alimentos ricos em selênio tendem a ser mais mal-humoradas do que as pessoas com uma ingestão alta, de acordo com pesquisa recente".


Nossa, esta dica é maravilhosa. Não deixe de comer uma castanha do pará diariamente e seja saudável e feliz...

0 comentários:

Postar um comentário