Banho de ervas para começar o Ano Novo de espírito renovado

31 de dezembro de 2019




A tradição afro-brasileira utiliza os banhos de ervas com fins de limpeza, proteção, harmonização ou celebração. Esses banhos fazem parte dos programas de revitalização. Saiba como preparar os banhos e comece o próximo ano cheia de energia. 

Como preparar:

Para o banho, são utilizadas três tipos de ervas e três galhos ou folhas de cada. O fim da tarde ou o anoitecer são os melhores momentos para o ritual. Já na preparação, enquanto pica as ervas em um recipiente, mantenha a consciência de seus objetivos e intenções. Coloque um pouco de água e deixe descansar por cerca de 2 horas.

Depois do banho de higiene, complete o recipiente com ervas com água morna, feche o chuveiro e jogue a água com as ervas sobre o corpo do pescoço para baixo. Não as esfregue pelo corpo e não se exponha ao sol após o banho. Não é necessário se enxaguar. Recolha as ervas do seu corpo e do chão e as devolva para a terra. 



O sal grosso é muito utilizado nos banhos de limpeza por sua eficácia na mobilização energética. No entanto, precisa ser usado em pouca quantidade e com cuidado. Todos os banhos são feitos do chacra laríngeo, a garganta, para baixo. Não jogamos os banhos de ervas no chacra coronário, que fica na cabeça. Quando o banho leva sal grosso, é ainda mais importante respeitar o coronário. O sal não deve ser jogado na cabeça em nenhuma situação.
Escolha as ervas

Limpeza:
Alecrim, arruda, guiné, lavanda (alfazema), manjericão, casca de alho, cânfora, folhas de fumo, eucalipto, louro, mil em ramas, mirra, sálvia. 

Sal grosso.
Proteção:
Canela em pau, cravo, arruda, espada de São Jorge, alecrim, artemísia, cáscara sagrada, erva-doce, losna, lavanda, louro, poejo, tanchagem, calêndula. 

Harmonização:
Folha de laranja com mel ou o suco da laranja com água morna. 

Celebração:
Flores disponíveis no local e na estação do ano. 

Bons fluídos a todos e um feliz Ano Novo.

0 comentários:

Postar um comentário